SEU DISTRIBUIDOR
DE EQUIPAMENTOS
FOTOVOLTAICOS

X

CLIQUE E ENTRE JÁ
EM CONTATO CONOSCO!

11 2610-4004

atendimento@

11 98988-7666

VENDA EXCLUSIVA PARA REVENDA

VENDA EXCLUSIVA
PARA REVENDA

DISTRIBUIDOR OFICIAL DA GROWATT NO BRASIL

DISTRIBUIDOR OFICIAL
DA GROWATT NO BRASIL

PRIMEIRO SERVICE CENTER OFICIAL DA GROWATT NA AMÉRICA LATINA

PRIMEIRO SERVICE CENTER OFICIAL
DA GROWATT NA AMÉRICA LATINA

3 Motivos para a Iniciativa Pública Investir em Energia Renovável Hoje

07/04/2021

3 Motivos para a Iniciativa Pública Investir em Energia Renovável Hoje

A pandemia do novo coronavírus levou países do mundo todo a uma crise sanitária e econômica sem precedentes. Com a chegada da vacina, governos começam a traçar projetos de uma recuperação que precisa ser rápida para curar as marcas deixadas em todos os setores das sociedades.

Um investimento capaz de contribuir enormemente para a retomada do crescimento é com certeza a energia renovável, que pode beneficiar a humanidade de inúmeras formas, inclusive na área da saúde, pois reduz a poluição do ar, tornando as pessoas menos vulneráveis a doenças. Para promover a energia renovável, é necessário que alguns dados venham à tona: você sabia que cerca de 4,2 milhões de mortes por ano estão relacionadas à exposição à poluição atmosférica? Uma análise recente de Harvard, por exemplo, mostrou que os habitantes de cidades poluídas têm maior probabilidade de morrer de Covid-19. Além de ajudar a reduzir as emissões de gases de efeito estufa, as fontes renováveis são a nova forma de geração de energia mais barata para mais de dois terços do planeta. Podem, ainda, reduzir o ônus econômico das contas de energia, eliminando as cobranças pelo combustível, especialmente quando associadas a melhorias estruturais de eficiência energética em nossas residências e empresas.

Confira três razões por que os pacotes governamentais de estímulo precisam incluir investimentos em energia renovável:

 

1. Alto retorno do investimento

A energia limpa gera um retorno econômico de 3 a 8 vezes maior que o investimento inicial. É o que aponta o novo relatório da Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA, na sigla em inglês), Outlook Global Renewables 2020, que avalia o impacto socioeconômico de vários cenários. O “Cenário de Transformação da Energia” – uma transformação ambiciosa, mas realista, que limitaria o aumento da temperatura global a bem abaixo de 2°C – custaria US$ 19 trilhões a mais do que uma abordagem comercial, mas traria benefícios entre US$ 50 trilhões e US$ 142 trilhões até 2050, aumentando o PIB mundial em 2,4%. Para dar um passo adiante, a “Perspectiva de Descarbonização Profunda” da IRENA – que descreve um mundo com emissões líquidas zero entre 2050 e 2060 – custaria entre US$ 35 trilhões e US$ 45 trilhões, mas renderia entre US$ 62 trilhões e US$ 169 trilhões em economias acumuladas, se considerados os custos sociais e de saúde evitados com a redução da poluição do ar.

 

2. Instabilidade do preço dos combustíveis fósseis

A indústria de combustíveis fósseis está entre as mais atingidas pela crise do coronavírus, com as principais empresas de petróleo, gás e petroquímica perdendo em média 45% do seu valor de mercado. Desde 2019, observamos a queda mais acentuada da demanda de petróleo em 25 anos, não apenas pelos decretos de lockdown, mas pelo fato de a energia já ter sido o setor com o pior desempenho desde 2009 entre os 11 setores avaliados pelo S&P500.

Pesquisas mostram que o mundo precisa reduzir progressivamente a zero as emissões de gases de efeito estufa até 2050. Isso exigirá o corte de mais de US$ 5,2 trilhões anuais em subsídios, incentivos fiscais e externalidades não cobradas (como a poluição do ar e piora das condições do clima) da produção e uso de combustíveis fósseis. Será necessário descarbonizar a indústria e o setor de transportes, especialmente as frotas de ônibus e veículos, com energia gerada 100% a partir de fontes renováveis.

 

3. Geração de 63 milhões de novos empregos até 2050

Hoje, mais de 11 milhões de pessoas trabalham no setor de energia renovável em todo o mundo. No “Cenário de Transformação da Energia” do relatório da IRENA, o número de empregos no setor de energia renovável em todo o mundo pode mais que triplicar, chegando a 42 milhões de novas oportunidades de trabalho em 2050. O total de empregos sobe para 100 milhões se considerarmos o impacto no setor de energia como um todo, incluindo os trabalhos relacionados à transição energética, como infraestrutura e flexibilidade da rede, ou a tecnologias convencionais, como combustíveis fósseis e energia nuclear.

 

As decisões tomadas hoje pelas lideranças mundiais afetarão o mundo muito tempo depois da crise do coronavírus. Os líderes têm uma escolha: reabrir as economias movidas pelas mesmas fontes que falharam no passado ou começar a caminhada rumo a um futuro limpo, seguro e próspero. Os governos que adotarem a energia renovável e medidas de eficiência energética não apenas injetarão dinheiro em suas economias; protegerão a saúde e o bem-estar de seus cidadãos em um mundo estável, sustentável e resiliente.

 

Fonte: WRI Brasil

Photo by Mark Merner on Unsplash

Investimentos em energia limpa: custos x benefícios

Investimentos em energia limpa: custos x benefícios

Índice petróleo e gás

Índice petróleo e gás

Impacto da transição para energia limpa nos empregos

Impacto da transição para energia limpa nos empregos

Voltar