X

CLIQUE E ENTRE JÁ
EM CONTATO CONOSCO!

11 2610-4004

atendimento@

11 98988-7666

VENDA EXCLUSIVA PARA REVENDA

VENDA EXCLUSIVA
PARA REVENDA

DISTRIBUIDOR OFICIAL DA GROWATT NO BRASIL

DISTRIBUIDOR OFICIAL
DA GROWATT NO BRASIL

ÚNICO SERVICE CENTER OFICIAL DA GROWATT NA AMÉRICA LATINA

ÚNICO SERVICE CENTER OFICIAL
DA GROWATT NA AMÉRICA LATINA

Nos EUA, indústria de energia solar já emprega mais do que a de petróleo, carvão e gás juntas

02/02/2017

Nos EUA, indústria de energia solar já emprega mais do que a de petróleo, carvão e gás juntas

Da Agência Ambiente Energia - O relatório anual dos EUA sobre Energia e Emprego (USEER em inglês) do Departamento de Energia dos EUA (DOE em inglês) apontou que indústria de energia solar emprega mais pessoas do que a de petróleo, carvão e gás juntas nos país.

O documento apontou que a energia solar empregou 374 mil pessoas no ano de 2016, o que representa 43% do número de trabalho do setor, enquanto os combustíveis fósseis tradicionais combinados empregavam 187.117, perfazendo 22% do número de trabalho.

Desde 2015, o emprego na indústria solar aumentou 25%, somando 73 mil novos empregos, enquanto o emprego de energia eólica teve um aumento de 32%, tornando-se a terceira maior força de trabalho no setor de geração de energia elétrica, empregando 100 mil pessoas.

Além do mercado de trabalho, o USEEr também analisou o comportamento das empresas e indústrias em relação ao uso da energia limpa. Os dados mostraram que cerca de 32% da indústria de construção dos EUA estava trabalhando em projetos de energia ou construção de energia eficiente. Dos 2,4 milhões de pessoas que trabalham na indústria de veículos motorizados, o relatório identificou 260 mil postos de trabalho de veículos de combustível alternativo, um aumento de 69 mil postos de trabalho no último ano.

 

Para o futuro, o relatório norte-americano sobre Energia e Emprego prevê um aumento na contratação em muitas indústrias no setor de energia, empregadores de eficiência energética projetando a maior taxa de crescimento nos próximos 12 meses, Sugerindo um aumento de 9% em todo o setor, ou cerca de 200.000 postos de trabalho. O setor de combustíveis, por outro lado, prevê um declínio de 3% durante 2017

Fonte: https://www.ambienteenergia.com.br/index.php/2017/01/nos-eua-industria-de-energia-solar-ja-emprega-mais-que-de-petroleo-carvao-e-gas-juntas/31057

Voltar