X

CLIQUE E ENTRE JÁ
EM CONTATO CONOSCO!

11 2610-4004

atendimento@

11 98988-7666

VENDA EXCLUSIVA PARA REVENDA

VENDA EXCLUSIVA
PARA REVENDA

DISTRIBUIDOR OFICIAL DA GROWATT NO BRASIL

DISTRIBUIDOR OFICIAL
DA GROWATT NO BRASIL

PRIMEIRO SERVICE CENTER OFICIAL DA GROWATT NA AMÉRICA LATINA

PRIMEIRO SERVICE CENTER OFICIAL
DA GROWATT NA AMÉRICA LATINA

A Involução dos Preços na Indústria Fotovoltaica

18/06/2020

A Involução dos Preços na Indústria Fotovoltaica

Temos vivido um período de transformação profunda em nível mundial desde o início de 2020 devido à pandemia da COVID-19. É certo que a crise vai acabar e é certo que a adoção de energias renováveis constitui um caminho-chave como estímulo à recuperação econômica.

As energias renováveis já são defensáveis financeira e matematicamente, pois seus custos são comprovadamente inferiores aos de combustíveis fósseis como o carvão. Pouco mais da metade da capacidade total de energias renováveis instalada em 2019 atingiu custos inferiores a todo carvão novo produzido, com destaque para as fontes solar e eólica, cujos custos se provaram inferiores aos das atuais fábricas movidas à carvão. Em 2021, uma capacidade de 1200 GW proveniente de carvão custará mais para operar do que a instalação de novos sistemas fotovoltaicos necessários para gerar a mesma energia.

Além dos baixos custos, o setor de energia solar contribuirá enormemente com uma alta taxa de geração de empregos. Apenas no Brasil, a expectativa para 2020, antes da pandemia, era de 120 mil novos postos de trabalho.

Um recente estudo da IRENA, Agência Internacional de Energias Renováveis, focado em custos, revelou argumentos importantes que devem ser amplamente difundidos no Brasil. Precisamos que mais e mais pessoas adotem a energia solar e incentivem nossos governantes a focarem no setor energético como ferramenta de crescimento e prosperidade:

  • O LCOE (Custo Nivelado de Energia) médio global de plantas fotovoltaicas caiu 82% de 2010 a 2019, de US$ 0,378/kWh para US$ 0,068/kWh, com uma redução de 13% apenas em 2019 com relação a 2018.
  • A queda do LCOE por país variou de 66% a 85% entre 2010 e 2019.
  • O custo de módulos solares fotovoltaicos cristalinos comercializados na Europa caiu cerca de 90% entre Dezembro/2009 e Dezembro/2019.
  • O custo da capacidade média global de instalações em 2019 foi de US$ 995/kW, valor 79% menor do que em 2010 e 18% menor do que em 2018.
  • A capacidade solar fotovoltaica cresceu 14 vezes entre 2010 e 2019, com 580 GW instalados até o final de 2019.
  • Os custos totais de instalações residenciais no mercado fotovoltaico foram superiores àqueles das instalações em grande escala devido ao seu pequeno porte, mas tiveram queda entre 47% e 80% de 2010 a 2019.
  • Nos locais onde há dados disponíveis, os custos totais com instalações comerciais caíram entre 64% e 86% de 2010 a 2019.
  • Em média, em 2019, os custos dos sistemas fotovoltaicos, excluídos os painéis e os inversores, representaram 64% dos custos totais de instalação.

Confira alguns gráficos do estudo ao final desta matéria. Ajude-nos a espalhar conscientização!

Faça o download do estudo completo: https://irena.org/-/media/Files/IRENA/Agency/Publication/2020/Jun/IRENA_Power_Generation_Costs_2019.pdf.

 

Fonte: IRENA (Agência Internacional de Energias Renováveis)

Photo by Science in HD on Unsplash

Custos médios globais, fatores de capacidade e LCOE por unidade de eletricidade gerada, 2010-2019.

Custos médios globais, fatores de capacidade e LCOE por unidade de eletricidade gerada, 2010-2019.

Detalhamento dos custos de instalações de plantas fotovoltaicas por país, 2019.

Detalhamento dos custos de instalações de plantas fotovoltaicas por país, 2019.

Voltar